FIRE,  Muquirana,  Qualidade de Vida

A vida (FIRE) como ela é

Muitos pensam que a vida FIRE é feita de escolhas como margaritas na praia ou trekkings em lugares exóticos. Acho que pode até ser se você é muito desprendido, mas para nós que somos uma tradicional família brasileira vivendo no exterior a vida FIRE está mais para monges budistas, com tarefas diárias e momentos de contemplação.

Quando chegamos aqui eu estava para enlouquecer cozinhando 3 refeições por dia. Achei que tinha largado um trabalho técnico e muito bem remunerado pela jornada não remunerada de cozinheira familiar na Europa. Meu marido começou a se referir como o Sr Watanabe, dono de uma lavanderia, porque lavava roupa todos os dias da semana. Enfim, passamos um mês afogados em tarefas domésticas que não acabavam nunca. Com o tempo e muitas pesquisas na internet, fomos aprimorando os afazeres doméstico e agora deixamos de ser monges que cuidavam do convento e viramos monges que contemplam o dia.

Tenho uma amiga diplomata que diz que muito da nossa brasilidade é definida pelas nossas lembranças de infância e muitas delas são relacionadas à comida brasileira. Afinal de contas podemos comer arroz, feijão, bife e salada todo santo dia sem enjoar. Eu tenho muita lembrança de escutar o barulhinho da panela de pressão e o cheiro de louro quando fazia feijão em casa. Por isso faço questão de manter um padrão alimentar brasileiro aqui, com farofa de ovo, arroz, feijão, bife e frango de molho, mas isso dá um trabalho do caramba. Com o tempo fui ficando ninja e não cozinho mais todos os dias.

Na segunda de manha já encaminho 5 jantares e almoços da semana. Descobri que se eu picar 3 cebolas com alho no processador na segunda e deixa-las num potinho com azeite e sal posso fazer arroz fresquinho em 5 minutos (que é o tempo do refogado) ao longo da semana. Também deixo as proteínas marinando no tempero em sacos de assar ou em vasilhas plásticas, daí quando chega o dia de fazer é só colocar ou forno ou na panela que sai rápido. O feijão ou as lentilhas faço uma vez só, congelo e depois é só refogar com o tempero para a semana. A salada também faço uma bem grande que dura 2 ou 3 dias. Calculo o jantar para sobrar o suficiente para o almoço meu e do sr Muquirano no dia seguinte (o Jr. Muquirano almoça na escola). Com esse planejamento todo meu tempo na cozinha caiu de umas 2 horas diárias para 3 horas semanais. O que não tem como fugir é colocar e tirar a louça na lava louça que dura entre 10 a 15 minutos por dia.

Com o tempo que economizei cozinhando eu passei a fazer mais atividades contemplativas, como tomar sorvete com o Sr Muquirano, caminhar pelos parques, ir à missa, ler, cuidar de plantas e fazer esporte. Estou correndo entre 12 e 15km por semana. Nossa vida não tem nada de badalada, até porque por causa da pandemia, nem sentar num café para ver a vida passar não está podendo.

O mais engraçado é que aos poucos alguns pais dos amiguinhos do nosso filho perceberam que não trabalhamos e vez ou outra eles comentam que querem comprar apartamentos de aluguel porque um dia querem “ficar sem trabalhar como vocês fazem”. As vezes até esquecemos, mas o fato de não termos que passar o dia no escritório nos torna bichos muito raros e que ISSO é o nosso luxo. Nosso carrinho é pequeno e desinteressante, nossas roupas são normais MAS nossos dias são livres.

A verdade é que para quem tem filhos e se estabeleceu em um lugar fixo, a vida FIRE é uma vida normal, mas sem trabalho! Você tem suas coisinhas rotineiras pra fazer como todo mundo que é comer, ajeitar minimamente a casa, fazer exercício e se estimular intelectualmente. Temos o luxo de poder pegar o carro e ir ver as amendoeiras que floresceram na quarta-feira de manha, mas não é todo dia que fazemos isso. Se você não encontra prazer na sua rotina, em pequenos momentos de paz e em cuidar de você, dificilmente vai ter uma vida FIRE feliz. Estamos planejando um super verão rodando a Europa de carro, mas isso serão 2 ou 3 meses. Nos outros 9 a vida é aquela de levar a criança na escola e fazer as nossas coisas. Não ache que tudo vai se resolver quando o trabalho acabar. O trabalho pode ser a desculpa para muita coisa que você vai ter que enfrentar depois.

A Elsa vai ter um começo de vida FIRE bem mais emocionante que ela vai detalhar para vocês em breve, mas minha experiência até agora é que a vida FIRE é cheia de paz. Podem experimentar, não é mega instagramável mas é bem prazerosa!

12 Comentários

  • LER E POUPAR

    Excelente relato ! Cheia de paz. Precisa de mais alguma coisa ? Acho que não. Parabéns e sucesso na jornada. Nas últimas férias eu fiquei uma semana sem ligar celular. Pensa na felicidade e leveza dessa semana. No fundo todo mundo só quer um pouco de paz.

    • sempresabado

      olá Ler e Poupar. esse sossego é muito bom mesmo, parabens por conseguir se desconectar nas férias! isso faz descansar de verdade.

  • AA40

    ” Nosso carrinho é pequeno e desinteressante, nossas roupas são normais MAS nossos dias são livres.” -Acho que no fundo isto define bem o sentimento de quem busca FIRE ! Excelente relato !!!

  • Aposente Cedo

    Legal! A vida é feita de vários pequenos momentos e alguns “grandes” momentos. Saber apreciar os pequenos é o que define a felicidade na maior parte do tempo. Aproveitem o que conquistaram e, se a cabeça mudar, vocês têm o mundo para explorar!
    Abraço

  • InvestIF

    Que legal vocês estarem se adaptando rápido à nova vida! Cuidar da vida/casa/família não é bem mais gostoso que fazer PowerPoint? Ou SWOT? Ou executive summary? Depois de 3 anos de vida FIRE o que mais me impressiona ainda é o efeito cumulativo da vida sem stress dia após dia. Tenho certeza que vocês também vão sentir isso com o passar do tempo. Abraço!

  • Escola para Investidores

    Muito bom, gosto quando passam essa visão mais simples e caseira de FIRE pq desmitifica muito o que as pessoas pensam dessa vida de “curtição” rsrs.

    Esses pequenos detalhes são os que gosto e os que temos que dar valor.

    Abçs

    • sempresabado

      olha a Elsa tá em uma vida muito mais curtiçao do que a minha rsrsrs. até que dá se você nao tem filhos pequenos, mas mesmo para quem passa o ano viajando tem algumas pequenas rotinas que é sempre gostoso manter. abs!

  • Dane

    Que relato maravilhoso! Paz… tempo livre… contemplar… quanta beleza nisso! Nunca tinha pensado numa vida de “monge contemplativo”, mas acho que é bem o que eu gostaria. Que bom saber que vocês vivem esta realidade. Um abraço!

    • sempresabado

      ola Dane, eu ouvi essa expressao do “quero virar vagabundo” e achei muito apropriada à nossa vida atual! tem dias que sao muito mais de contemplaçao do que qualquer outra coisa. quando tiramos o trabalho sobre muito tempo nos nossos dias! abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.