FIRE,  Muquirana,  Reflexões

Atualização de verão FIRE

Uma das coisas que achava quando estava trabalhando era que na vida FIRE eu gastaria bastante tempo cuidando na minha carteira, pensando em maneiras de melhorar minha alocação de ativos e estudaria temas a respeito. A consequência disso é que eu teria posts interessantes e cheios de substancia para o blog.

Nada disso aconteceu…

No meu primeiro momento após parar totalmente de trabalhar (ainda fiquei uns meses minimamente ligada a empresa quando cheguei) eu entrei de cabeça no ócio tirando sonecas a tarde, lendo, meditando e fazendo esporte. Cheguei a fazer tanto exercício que minha imunidade baixou e fiquei bem doente por quase duas semanas.

Logo depois veio uma vontade de ser mais produtiva e sentei e escrevi meu IPS (Investment Policy Statement). A dedicação ao tema financeiro durou cerca de uma semana e voltei ao ócio.

Dai foi chegando o verão, a piscina do prédio abriu, as férias escolares começaram e acabei viajando para a Grécia. Agora no pico do verão, já matei minha vontade de viajar, de praia, de piscina e veio uma vontade forte de fazer algo produtivo. Comecei um curso online em um tema que não tem nada a ver com minha área profissional e é bem complicado. Está sendo um desafio mental nas minhas manhãs enquanto o Jr Muquirano está na colônia de férias. Eu tive que começar um caderno para tomar notas e percebi o ato de escrever como algo tão estranho!

Desde que fiz um intensivo sobre finanças entre 2009 e 2011 eu não estudava nada a fundo e muito menos escrevia várias páginas com papel e caneta. Estou gostando da experiência de ficar até nervosa porque não entendo o conteúdo, ter que voltar as aulas, parar pensar. Estou tirando as teias de aranha do meu cérebro.

No plano financeiro eu aloquei parte do cash que eu tinha em um apartamento que compramos em junho. A obra está acontecendo agora e o Sr. Muquirano está lá o dia todo, o que está sendo bom para eu não me sentir mal em focar nos meus projetos ao invés de estar fazendo coisas junto. Uma das surpresas da vida FIRE é que seu tempo com o cônjuge aumenta exponencialmente de uma hora para outra e as vezes você sente falta de passar algum tempo sozinho. Quando o apartamento estiver alugado faço um post detalhando o investimento e o retorno.

Estou buscando uma casa para comprar e vi maneiras de financiar a compra com um empréstimo sobre minha carteira como o Mr Money Mustache sugeriu nesse post. Sou cliente da Interactive Brokers e fiz um mini empréstimo para euros em junho para testar como funcionaria. Deu tudo certo e me animei. Com isso baixaria meu custo de moraria sensivelmente. Eu praticamente moraria de aluguel na casa, porque no empréstimo você só amortiza juros e nao principal. Enquanto estiver aqui eu moro na casa e pago os juros pelo uso e quando for embora eu vendo e cubro o empréstimo. Meu risco é o preço da casa desabar, mas acho administrável. Uma hipoteca tradicional nao é factível porque nao tenho renda do trabalho e os bancos nao entendem ou sequer tentam entender o conceito FIRE!

Ainda não fechei nada sobre voltar a trabalhar. Estou procrastinando nesse tema e tentando deixa-lo para o fim do verão.

Isso é o que andou acontecendo nas últimas semanas. Já tomei minha 1ª dose da vacina e no começo de agosto tomo a 2ª. Com essa certeza sobre a vacinação, compramos uma passagem para o Brasil em outubro para rever a família e os amigos.

Espero que estejam todos bem e com saúde! Abraço, M.

11 Comentários

  • Glaucia

    Oi, pode comentar mais sobre esse intensivo de finanças? Foi algum curso específico?
    Tenho interesse, vejo muitas opções e fico com receio de investir o suado dinheirinho em alguma coisa que não seja boa o suficiente (muito raso).

    • sempresabado

      olá, basicamente eu li esses livros e resolvi todos os exercicios deles.
      Matematica Financeira – Hazzan e Pompeo
      Introduçao a Economia – Mankiw
      Macroeconomia – Mankiw

      depois eu entrei no site da BMF (hoje virou B3) e fiz todos os cursos online. na epoca eram gratis, nao sei se ainda tem, mas a BMF tinha uma parte de educaçao muito forte. os cursos sao bem densos. tem que estar muito bom na matematica financeira mas valem muito a pena. isso sim agregou. eu fiz um curso de cambio presencial na BMF em SP que foi bom mas é muito especifico pro mercado de cambio. na epoca eu gostava de operar mini de dolar.

      dai eu fiz um curso pago de avaliaçao de empresas na fipecafi em SP. o curso é bom mas nao consegui absorver muito pq minha base de contabilidade era fraca. eu tentei resolver todos os exercicios do livro “Contabilidade para Nao Contadores” mas achei muito chato. dai larguei essa parte de avaliar empresas. os cursos da fipecafi sao bem serios.

      nao gaste seu dinheiro com cursos caros nao. o que faz aprender mesmo eh sentar e resolver TODOS os exercicios de um livro ou de um curso online.

  • V3Fire

    Oi, obrigado pelo depoimento… e qual seu sentimento? Valeu a pena a virada para a vida FIRE? Está feliz? Este ócio tem te incomodado pelo visto… Conte-nos mais por favor… estou há 3 meses de sair do meu emprego e me tornar FIRE de fato, ainda estou bastante incomodado em como transformar meu tempo em algo prazeroso.
    abs
    V3Fire

    • sempresabado

      Olha, estou feliz sim. o que mata sao os 3 (!) meses de ferias escolares das crianças. Isso tá me deixando de cabelo em pé. Durante as aulas eu tava super na boa, fiz aula de windsurf, comprei um stand up paddle, tava remando, curtindo a vida adoidado durante o horario escolar e ainda sobrava tempo pra cuidar da casa, ler, etc. Agora nas ferias eu nao consigo mais fazer minhas coisas nauticas, tenho que equilibrar o curso que to fazendo com as tarefas da casa enquanto meu filho está na colonia de ferias e daqui 2 semanas nem esse respiro vou ter. Enquanto estavamos na Grecia num hotel com limpeza diaria e comendo em restaurantes estava tudo as mil maravilhas, mas agora que voltamos e estou mega atarefada tá dureza. Entao a vida de dona de casa FIRE nao tem muita graça nao, mas a vida FIRE é muito legal.

  • marcelo

    ola, meus queridos! como vao vc e o Muquirana?
    Seria pedir muito para vc detalhar sobre como fazer esse “esquema” na interactive brokers?
    Eu tenho o tipo de conta de permite isso, mas não faço a mínima ideia de como ‘operacionalizar’.
    desde ja, mto obrigado.
    abraços e sucesso sempre!!

    • sempresabado

      Olá! Um pequeno detalhes. Somos duas amigAs aqui. A Elsa e a muquirana 🙂

      Vou fazer um post com os detalhes sobre isso. Vc viu o post do mr Money Mustache nos links em q ele detalha?? Basicamente vc da suas ações em garantia e tira um empréstimo pessoal na moeda que quiser.

  • GUSTAVO

    Olá muquirana, otimo post, sinceramente não sabia que a IB, tinha essa margem de garantia que poderia ser usada como emprestimo. VocÊ poderia explicar em mais detalhes como você fez esse emprestimo e se vc também tem o cartão de débito da IB, se tem alguam finalidade ou coisa do tipo?

    1 – Porque na publicação do mr mustache ele migrou da conta lite para a pro os seus ativos, no caso você fez essa migração, deu muito trabalho ou foi facil, se for o caso?

    2 – A taxa de juros que ele postou de empréstimo até 100 k – taxa 1,59% seria anual no caso?

    3 – Creio que para nós aqui no brasil seria meio complicado pegar esse empréstimo, porque teríamos que ter uma conta em um banco americano e apóso recebimento deste dinheiro enviar para um banco aqui pro brasil, não sei como delcarar isso para a receita e se teria algum tipo de imposto?

    • sempresabado

      Olá. Vou fazer um post detalhando isso mas respondendo as suas perguntas.

      1-minha conta é uma margin account e Pro. Ela eh bem antiga já, nem tinha a light na época. Vc tem q pedir pra migrar pra margin account. Se não tiver experiência com margin trading tem q fazer uns cursinhos e acertar um quiz.

      2-sim. As taxas são anuais.

      3-olha eu não pegaria uma dívida em dólar para comprar algo em reais e ficar devendo dólares. Tem um risco cambial bizarro aí. Eu vi lá que tinha até uma opção de pegar reais emprestados pagando selic mas não me aprofundei. Tb não sei sobre como levar e declarar esse dinheiro pro Brasil. Acho q eles fariam uma ted no seu banco brasileiro assim como fazem uma ted em euros pro meu banco na Europa. Daí vc vê com um contador como declarar a dívida, deveria por no seu IR como dívida. Sobre impostos nao sei. Melhor ver com um contador, mas nao acho que tenha pq o IOF deve incidir sobre um crédito gerado no Brasil, mas de novo nao tenho certeza e nao entendo do tema. Abs!

  • Vagabundo

    Maravilha, tá ocupada sendo feliz. Vc fez bem em se livrar do cash pq dinheiro parado acaba comido pela inflaçao. Sucesso aí nos seus projetos e bons investimentos ! Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.