Elsa,  Gastos,  Qualidade de Vida,  Reflexões

FIRE NA QUARENTENA

Antes que me chame de insensível, estou sim ansiosa e preocupada com as consequências da disseminação do coronavírus na vida das pessoas que eu amo. Muita ansiedade para saber se todos sairão bem dessa, tanto do lado da saúde quanto do lado da economia. O período de quarentena tem tido altos e baixos, mas vim aqui fazer um relato altamente pessoal e positivo sobre esse período. 

Particularmente para mim, esse período de quarentena aqui em São Paulo está sendo uma delícia. Primeiro porque não tenho filhos, então não estou com meu tempo tomado por uma criança que não vai pra escola. Segundo porque como estou num emprego novo, não teria férias até agosto, então ter um tempo longe do ambiente de trabalho era algo que não estava nos meus planos esse semestre. Se estivesse no emprego antigo, eu provavelmente teria férias marcadas que eu precisaria cancelar nesse momento. Fora que eu pensei em rejeitar essa proposta de emprego nova porque não queria mais trabalhar um ano seguido sem férias, que são tão importantes pra mim. Então eu realmente estou vendo essa situação com uma pontada de sorte pro meu lado. E terceiro, eu NUNCA imaginei que faria home office na vida. Trabalho numa área super conservadora que dá muito valor à presença física no local de trabalho (mesmo que muita gente no fundo passa boa parte do tempo nas redes sociais, rs). Eu achei que nunca teria a oportunidade de passar por essa experiência, e confesso que estou tendo lições valiosas para a vida FIRE. 

Duas coisas tem ficado claras pra mim nesse período. A primeira é que não tem mais volta, e vamos “zerar o jogo do capitalismo” (como a Muquirana diz) no começo do ano que vem. A segunda conclusão é que a rotina FIRE realmente é para mim. 

Passar esse tempo longe do ambiente de trabalho só ressaltou como trabalho num ambiente muito hostil. Eu e meu marido estamos impressionados com o aumento da nossa qualidade de vida mesmo sem eliminar o trabalho em si, mas só de eliminar o ambiente. Ficou claro que fazer um esforço a mais do lado das despesas vai valer a pena. 

Além disso, desde que passamos a analisar essa possibilidade, tenho feito diversas contas e cheguei a conclusão que estava superestimando os gastos da vida FIRE. Por exemplo, achava que ia gastar tanto com alimentação quanto eu gasto hoje, mas isso não podia estar mais distante da realidade. Nas (quase) três últimas semanas que estou trabalhando de casa, cheguei a conclusão que aquele almoço de vez em quando num restaurante bacana durante a semana pra compensar o stress do trabalho é muito caro. Isso e as inúmeras idas a cantina do trabalho para um snack nada saudável mas que alivia a ansiedade também. Realmente fazer todas as suas refeições em casa sai absurdamente mais barato. Fora que cozinhar a própria refeição é realmente uma grande alegria pra mim, então não vou me importar de ter as refeições ainda mais concentradas em casa no período FIRE. 

Também tenho me exercitado mais simplesmente porque acordo e coloco uma roupa confortável. Assim fica fácil fazer pequenos intervalos ao longo do dia pra fazer uns agachamentos e flexões, rs, o que jamais conseguiria fazer no meio do trabalho. Ficou claro pra mim que só o fato de ter mais liberdade com o que vou vestir no dia a dia facilita muito fazer exercício. Esse combo de alimentação em casa e mais exercícios, sem o ambiente hostil do trabalho, sem dúvidas vai aumentar muito minha saúde durante a vida FIRE, o que vai diminuir meus gastos com saúde. 

Por fim, eu tenho feito meus intervalos de trabalho com uma meditação ou lendo um livro, e não mais tomando um cafézinho com os colegas de trabalho. Se sinto falta de conversar com outras pessoas, ligo pro meu pai ou falo com minhas amigas. Fico feliz de ver que estou tendo tempo pra interagir mais com as pessoas que amo durante a semana, então não vejo a hora de ter mais tempo para elas durante a vida FIRE. Fico pensando em como será ainda melhor quando puder sair de casa pra encontrá-las pessoalmente. Ah, e realmente casei com um parceiro que respeita meu tempo sozinha, então não acho que vamos enjoar de olhar pra cara um do outro durante a vida FIRE. 

Caras leitoras e caros leitores, apesar desse ambiente de pandemia, espero que estejam aproveitando esse momento pra deixar um pouco o medo e ansiedade de lado, e curtir uma pincelada de vida FIRE. E  que estejam saudáveis e em casa! 

17 Comentários

  • Muquirana

    Elsa sua situação está muito boa, que sorte!! Fico feliz que tenha gostado dessa amostra grátis da vida FIRE e que vc está vendo que ela está cada vez mais perto. Fiquem bem aí! Saudades. Bjs

  • Viver Sem Pressa

    Oi Elsa, que bom ter notícias suas. De vez em quando entrava no blog de vocês e via que não tinha post novo, ficava pensando como vocês estavam rs. Acho que esse período de quarentena pode servir como uma grande lição para todos nós, é um mergulho para dentro de nós, encarar o parceiro que escolhemos, eu e meu marido outro dia estávamos falando que vai rolar muito divórcio depois da quarentena, porque muita gente vai perceber que não possuem afinidades.
    A minha quarentena tem sido…. desafiadora. Fazer home-office com 2 crianças de 2 e 4 anos, correndo pela casa toda, gritando, fazendo a bagunça inimaginável, tirando todos os plásticos da cozinha e levando para o quarto, experimentando as roupinhas do guarda-roupa, pedindo comida a cada 2 horas, gritando pela janela para chamar atenção de quem passa pela rua kkkkk. Ó céus!
    Nunca pensei que fosse falar isso, mas quando as escolas voltarem, vou tirar uma semana pra eu descansar, porque eu vou merecer com toda certeza ehehehe.
    Um beijo.

    • ABM

      Que máximo suas filhas gritando pela janela para chamar atençao das pessoas! Adorei! Quanta gente em quarentena nao adoraria fazer o mesmo kkkk!!

    • sempresabado

      Oi Yuka!
      Estou achando muito curioso como a experiência da quarentena é diferente pra quem está com filhos rs realmente ficar 24h com crianças não estava nos planos de ninguém!
      Vc viu que na China os pedidos de divórcio já subiram né? Rs, realmente vai deixar claro muita coisa nessa período. Fico feliz que o que está ficando claro pra mim é q nosso plano faz muito sentindo! Beijos

  • ABM

    Que bom ter uma experiencia positiva em meio a toda essa situaçao. Aproveite este teste FIRE! Ter a liberdade para dispor do seu tempo como achar melhor é algo incrivel e voce parece estar bem consciente que pouca coisa tem mais valor que isso!

    • sempresabado

      Exatamente ABM! Senti que estou numa posição privilegiada justamente porque posso aproveitar melhor meu tempo nesse período! Beijos

  • AA40

    Legal SS. Eu também estou preocupado mas estou adorando esta prévia de vida FIRE. Também acho que é pra mim. Claro que é chato ficar preso dentro de casa, mas preso dentro da empresa é também. Quando formos FIRE poderemos sair e será ainda melhor.
    Em casa podemos nos exercitar, podemos conversar com a familia, brincar com os filhos, cozinhar algo legal enquanto respondemos um email, to gostando.
    Vamos sobreviver, a economia vai se recuperar e vamos sair dessa como saimos no passado. Imagina na gripe espanhola com 50M de mortos como deveriam estar se sentindo? Mas sairam dessa e o mundo continou…assim será novamente. Abcs

    • sempresabado

      Oi AA! Pelo visto não sou a única que também cozinho enquanto redondo e-mail! Fiz dois anos de casada ontem, e decidi fazer um bolo no meio da tarde pra comemorar rs liberdade rara não é mesmo?

    • sempresabado

      Ah, e muito bem lembrado! Sim, a humanidade já passou por períodos mais sombrios. Também consigo ficar otimista quando vejo que a gente é muito adaptável e enfrentamos qualquer coisa!

  • André

    Seu depoimento vem muito ao encontro do que comento em outros blogs de pessoas que buscam a FIRE: os gastos caem absurdamente e não é necessário juntar tanto dinheiro assim.

    Há pessoas que continuam suando no batente, dia a dia e já poderiam ser FIREs há muito tempo. Estão desperdiçando horas preciosas da vida, em busca de mais segurança, que parece que nunca chega.

    Infelizmente, essa crise vai fazer com que essas pessoas, agora ainda mais inseguras, busquem ainda mais do que tinham no começo do ano. O argumento será: pode vir uma outra crise e preciso ter mais.

    Mas quando descobrirem o quanto é boa uma vida mais minimalista, darão valor mais ao tempo do que ao dinheiro.

    Abraço!

    • sempresabado

      Exato André! Chega uma hora que ligar o botão do FIRR requer coragem. Aquela segurança e controle absoluto nunca vai chegar, é a gente que tem que ter a coragem de dar um basta. Obrigada pelo comentário encorajado! Abs

  • Armando

    Putz, que post alto-astral! Bacana demais ler isso neste momento!

    No meu caso, infelizmente, esta crise está acentuando a busca por mais trabalho, mais $$ e um pouco mais de segurança. A psiquê humana é complicada…

    Parabéns pelo blog, que é sensacional!

    • sempresabado

      Oi Armando! Está se sentindo inseguro com a crise? Você chegou a ler o último post do Mr Money Mustache? Está sensacional também! É bem alto astral! Vale ler!

  • Michele

    Concordo plenamente no quesito roupa confortável no home office! Na verdade nem sei se vou conseguir andar de salto quando essa quarentena acabar…rsrsrs… como tenho 2 filhos pequenos então está muito puxado essa rotina mas pelo simples fato de não tirar o carro da garagem e rodar 100km todo dia pra ida e volta do trabalho (+ pedagio) está me dando uma economia de tempo e dinheiro que vc não faz idéia! A sensação de liberdade mesmo com todo o estresse de cuidar da casa, trabalho e filhos tbm. é interessante pois passo 12 horas fora de casa dentro de um prédio pois levo marmita e hoje ter a liberdade de fazer um intervalo fazendo um bolo ou brincando um pouco com meus filhos ou gatinhos é bem mais revigorante do que o cafezinho na copa da empresa.
    Abraços

    • sempresabado

      Muito legal seu relato Michele! Engraçado como as coisas simples sao prazerosas né. E realmente, 100km todo dia é pra guerreiros, imagino a dificuldade pra voltar a rotina depois. Eu já estou sofrendo com isso, rs. Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.