Elsa,  Investimentos,  Renda Fixa

NTN-B com cupom ou sem cupom?

ask blackboard chalk board chalkboard
Foto por Pixabay em Pexels.com

Como eu já comentei aqui, minha estratégia é investir em NTN-B sem cupom (a NTN-B principal) durante a fase de acumulação e migrar para uma NTN-B com cupom (que se chama só NTN-B no site do Tesouro Direto) durante a minha aposentadoria.

A minha decisão por essa estratégia foi para (i) não pagar o imposto de renda mais alto nos dois primeiros anos de cupom e (ii) garantir que o meu cupom seria sempre “reinvestido” a taxa contratada, fazendo a mágica dos juros compostos. Sobre esse segundo ponto, é claro que se você reinvestir o cupom você também está deixando a mágica do juros compostos acontecer, mas com um risco porque você não sabe qual a taxa que vai conseguir quando for reinvestir o cupom.

Mas já ouvi algumas críticas a respeito da minha estratégia de investir em B que não paga cupom. A primeira é que é muito arriscado deixar para receber só na data de vencimento. Afinal de contas, a situação fiscal do país não é das melhores e o risco de default subiu nos últimos anos (embora continue ainda muito baixo). Sobre essa crítica, eu concordo, mas nada me impede de ir vendendo um pouco de B ao longo do tempo para minimizar esse risco.

A segunda crítica é que é muito arriscado deixar para investir tudo em B com cupom só na data da minha aposentadoria, porque eu não saberei qual vai ser a taxa que eu conseguirei aplicar. Muito melhor já garantir um retorno de 6% agora, do que correr o risco de só conseguir investir a 3% lá na frente”. Com relação a essa última crítica eu discordo bastante!

Para entender melhor, precisamos saber como é determinado o preço de uma NTN-B. O site do Tesouro Direto explica esse cálculo aqui. Mas basta saber que o preço de uma NTN-B é uma função da taxa e do prazo de vencimento. A taxa é definida pelo mercado, e o prazo de vencimento é fixado pelo Tesouro. Quanto maior a taxa e o prazo, maior o preço e vice versa.

Vamos supor que eu invista R$100.000,00 em uma NTN-B sem cupom com vencimento daqui 20 anos e que pague 6% ao ano de taxa. Depois de 10 anos, eu atingi a minha independência financeira mas agora a taxa da NTN-B paga apenas 3% de taxa. Vou desconsiderar a correção pela inflação porque ela acontece tanto na B com cupom quanto na B sem cupom. Como os juros caíram, o preço da minha B subiu e quando eu vender receberei R$238.641,00 com a venda (retorno bruto, para simplificar). Se eu investir esse valor na B com cupom a taxa de 3%, receberei o equivalente a R$7.159,23 por ano de cupom.

IMG_5454

Se eu tivesse investido os meus R$100.000,00 em uma NTN-B com cupom desde o começo, eu receberia o equivalente a R$6.000,00 por ano. É claro que o retorno está muito maior no primeiro caso porque não estou supondo o reinvestimento do cupom, que no caso da B com cupom também teria o risco de reinvestir o cupom à taxas mais baixas. Mas esse exemplo deixa claro que eu não perco dinheiro por investir em uma NTN-B sem cupom e migrar para uma com cupom caso os juros caíam, porque eu vou vender minha B sem cupom a um preço bem mais alto!

Pensando em como o preço de uma B é determinado, fiquei me perguntando se eu realmente precisava migrar para uma B que paga cupom na minha aposentadoria, e ter uma baita despesa com juros quando vendesse as minhas Bs sem cupom.

Decidi então fazer uma simulação para responder à seguinte pergunta: se eu investisse só em B sem cupom, inclusive na minha aposentadoria, qual seria a minha taxa segura de retirada?

Para essa simulação eu utilizei a NTN-B 2024 principal. Escolhi essa porque (i) ela tem um histórico de preços razoável, desde 2005 e (ii) tem uma NTN-B 2024 que paga cupom, então eu conseguiria comparar os retornos.

O período de 2005 à 2018 é interessante porque contempla alguns períodos, de subida e descida das taxas como é possível ver no gráfico 1. A taxa chegou a bater 8,9% em 2005, foi até 3,50% em 2013 e voltou a subir para 8,0% em 2016.

graf1

Como o preço não é só função da taxa, mas também do prazo de vencimento, conforme vai passando o tempo, o preço da NTN-B vai subindo ao se aproximar do vencimento, mesmo com toda essa oscilação da taxa, como é possível observar no gráfico 2:

graf2

Para fazer a simulação, eu calculei o retorno anualizado considerando diversas datas de aposentadoria, entre 2005 e 2017, e supondo que eu tivesse segurado o título até dez/2018. Nesse período, o retorno nominal médio teria sido de 13,61%. O retorno anualizado para cada data de compra está no gráfico 3:

graf3

É claro que o retorno nominal não quer dizer muita coisa, até porque a inflação foi bem elevada nesse período. Além disso, para saber a taxa segura de retirada precisamos levar em consideração os gastos com o imposto de renda e os custos do Tesouro Direto. Então eu calculei o retorno real líquido supondo essas diversas datas de aposentadoria, que está no gráfico 4:

graf4

O interessante desse gráfico acima é que o retorno real líquido médio foi bem elevado, ao redor de 5,4%. O retorno mínimo foi de 0,8%, caso a data da aposentadoria fosse naquele período de 2013 em que a taxa estava bem baixa. Mas em 85% das datas, o retorno foi acima de 4%! E em 90% das datas, o retorno foi acima de 3%!

E se eu tivesse migrado para um NTN-B com cupom? No gráfico 5 eu comparo o retorno das duas:

graf5

O retorno médio da NTN-B principal (sem cupom) é maior: 5,4% versus 4,8% de retorno da NTN-B (com cupom). Mas a emoção é muito maior com a NTN-B sem cupom: o retorno mínimo de 0,8% versus mínimo de 2,4% da B com cupom.

É claro que no vencimento os retornos convergem para a taxa contratada (como a Muquirana já explicou aqui). Mas essa simulação me fez ficar ainda mais tranquila com a minha opção de investir em NTN-B principal durante a fase de acumulação e migrar para a NTN-B na data da minha aposentadoria.

Primeiro porque o retorno anualizado da B com cupom pode ser bem menor, mas também pode ser bem maior. E o retorno médio tende a ser maior. Sendo assim, durante a fase de acumulação vale arriscar uma B sem cupom e quem sabe ter um retorno maior que permita antecipar a aposentadoria.

E segundo porque durante a aposentadoria precisamos ser mais cautelosos. Não dá para arriscar um retorno de 0,8% durante essa fase. Durante a fase de acumulação, se der alguma coisa errada, é só trabalhar mais algum tempo até recuperar o capital. Já na aposentadoria precisamos ter certeza do retorno que podemos contar. Aí acho mais garantido estar na B com cupom mesmo.

Espero ter contribuído para a discussão de investimento no Tesouro Direto com esse post. Mas tenho certeza que deixei algum conceito importante de lado ou talvez não tenha considerado algum outro fator relevante nas contas, então por favor comentem o que acharam! Críticas e sugestões serão muito bem vindas!

Elsa

 

 

 

16 Comentários

  • sempresabado

    Elsa, excelente! Parabéns pelas contas, ficou muito bem feito. Esse ponto que vc levantou é sempre importante frisar. Se vc compra uma ntnb está comprando um pré fixado, dai se vc vende e os juros caíram vc esta reinvestindo um PRINCIPAL MAIOR.
    Bjs
    M

    • sempresabado

      Concordo, melhor estratégia é investir e segurar o investimento o máximo possível. Acho que a estratégia de ter cupom na aposentadoria é mais a certeza da renda todo semestre, não depender de oscilação de mercado e etc.

  • AA40

    Caraca SS, uma aula de análise. Muito interessante a TSR possível com essa B. Gostei do estudo.
    Seria legar fazer isto para as mais longas também. Fiquei curioso para ver a B35 que estou bem heavy! Vou compartilhar o artigo no subreddit FIRE. Abcs

    • sempresabado

      Boa AA! Que bom que curtiu o post e obrigada por compartilhar no reddit!
      De certa forma, lá em 2005 essa B24 era longo, quase o equivalente a B35 hoje. Acho que a conclusão seria muito parecida!

  • executivoinvestidor

    Excelente análise Elsa! Eu investi por muito tempo em NTN sem cupom mas me desfiz para vir ao Canadá. Sua estratégia está certíssima! Qual de vocês está montando carteira de imóveis? Você ou Muquirana? Para são dois ativos que devem compor toda carteira de FIRE por serem seguros e no caso do tesouro ter ótima liquidez.
    Abraço!

    Executivo Investidor
    http://www.executivoinvestidor.com

    • sempresabado

      Obrigada EI!
      Realmente com a vida em outra moeda faz sentido a venda.
      A Muquirana é a rainha dos imóveis por aqui.
      Eu tenho alguma exposição porque alugamos o apê antigo do meu marido, e eu moro em imóvel próprio. No futuro pretendo ter uma carteira de imóveis também.
      Hoje fico mais concentrada no TD, renda fixa no Brasil e ETFs de S&P.
      Um abraço!

  • Simplicidade e Harmonia

    Elsa,

    Muito bom o seu post, uma verdadeira aula sobre o tema!

    Concordo com a desvantagem do IR maior no início dos títulos com cupom, mas ao mesmo tempo, as taxas podem ser maiores na época dos vencimentos e/ou haver a possibilidade de investimentos mais interessantes. Por isso, eu prefiro a diversificação entre ambas, mas sempre com mais quantidade das principais.

    Boa semana,
    Simplicidade e Harmonia

    • sempresabado

      Obrigada pelo elogio SH!

      Realmente você pode reinvestir o cupom a taxas mais vantajosas, mas ainda assim, tenho minhas dúvidas se o risco compensa o custo do IR.
      O bom é que na fase de acumulação você está sendo aportando recursos, então se com o passar do tempo as taxas ficarem mais atrativas, da pra aproveitar com os aportes também!
      Um abraço!

  • Como Investir no Exterior

    Muito bom Elsa!

    Legal ver pessoas explicando estratégias diferentes. Temos espaço para todos e todas as estratégias são válidas desde que deixe a gente dormir tranquilo.

    Como você viu meu post, fiz a estratégia de antecipar o lucro da 35 e colocar em outro investimento.

  • Vagabundo

    Muito bom esse post. No fim das contas sua opcao é migrar pra ntn-b com cupom por ser menos volátil e pela praticidade dos juros caindo na sua conta. É uma idéia. Eu optei por simplesmente vender as sem cupom conforme precisar do dinheiro. Em paralelo se por acaso os juros subirem haverá uma desvalorizacao e pela estrategia de alocacao de ativos acabarei tirando de algum lugar pra comprar mais ntn-b. Passando de 6% eu pego com cupom.

    • sempresabado

      Que bom que curtiu!
      É isso mesmo a estratégia. Dizem q tem um efeito psicológico importante também de ver o Cupom caindo na conta, quando vc não recebe mais salário!
      Meu pai fez isso, e sei que ele se sentem melhor rs.
      ABS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.