Carreira,  FIRE,  Muquirana

O anuncio FIRE da Muquirana

Photo by Mantas Hesthaven on Unsplash

Como vocês acompanharam no meu post anterior, eu finalmente bati minha meta FIRE. Faltava agora anunciar aos meus colegas de trabalho que minha jornada corporativa estava chegado ao fim.

Caros, se vocês acham que é difícil pedir demissão de um emprego pra ir pra outro novo, imaginem pedir demissão e abraçar o nada. É difícil pra CARAMBA! Eu passei várias noites mal dormidas tomando coragem para o anuncio. Hoje foi o grande dia e estou me sentindo muito aliviada.

Quando decidi deixar meu emprego anterior, que foi a pior experiência profissional da minha vida, eu já era independente financeiramente na versão lean FIRE (custo básico de vida já estava mantido), então me dei ao luxo de escolher com quem eu iria trabalhar. Desencanei da parte financeira e foquei em escolher pessoas com VALORES os quais eu concordava. Valores morais, claro!

Essa escolha deu muito certo, trabalhei em um ambiente muito tranquilo, amistoso e produtivo. As coisas fluíram muito bem e o resultado financeiro acabou sendo muito maior do que o esperado. Eu estava muito bem profissionalmente em todos os sentidos e tenho carinho de verdade pelos meus colegas, o que fez a hora do anuncio bem mais difícil. Hoje na bike a caminho do trabalho pela 1a vez desde março eu só pensava “nossa, que $!%&* é essa que eu estou prestes a fazer”.

Na hora do vamos ver eu acabei levando a conversa com um tom mais pessoal, tentando mostrar as razoes que estavam me levando a tomar essa decisão. Como dizemos nós meninas, eu “abri meu coração” para aquelas duas pessoas. Abri de verdade porque eu me emocionei várias vezes. Eu nunca tinha tido um trabalho tão legal em que eu rendesse tão bem e ganhasse tanto dinheiro. É difícil largar isso! Para os menos sensíveis, pense em dispensar sua namorada gata, gostosa e simpática. É phoda. Não é que eu estava infeliz, cercada de babacas e ganhando mal.

Justamente porque considero muito essas pessoas e não quero deixa-las em uma situação ruim, combinei que farei a transição mais suave possível para a empresa e os clientes. Eu toco uma área bem técnica e específica e me disponibilizei para ficar até o fim do ano se necessário para treinar outra pessoa que assumiria meu lugar ou simplesmente para completar a equipe enquanto precisassem. Somos um grupo pequeno, então se uma perna do banquinho sai ele balança.

É claro que uma relação profissional, por melhor que seja, não é um mar de rosas o tempo todo. Eu poderia ter aproveitado e lavado roupas sujas de coisas que não gostei no passado ou ter dito “verdades” para cada uma das pessoas ali, mas acho que não valia a pena. Isso só serviria para fazer meu ego feliz e não mudaria o que aconteceu no passado. Acreditem, houve dias em que eu voltava para casa na minha bicicleta bem furiosa e pensava que no dia D eu diria “estou saindo fora porque odeio ter que falar com cliente e gravar vídeo institucional, nunca mais quero fazer isso na vida!!!”. Fico bem feliz que consegui sublimar as coisas ruins e só focar na parte boa do trabalho.

No fim das contas gentileza gera gentileza e todos entenderam os motivos pelos quais eu resolvi me afastar. Eles ficaram felizes que eu farei uma transição suave e eu fiquei feliz porque tirei um peso das costas de forma tranquila. Bater o pé na porta pode parecer emocionante e um fim mítico para uma jornada longa como a da independência financeira, mas acho que a saída tem que acontecer no mesmo ritmo em que levamos o caminho, com serenidade e paciência.

13 Comentários

  • sempresabado

    Parabéns minha amiga!
    Foi muito legal acompanhar esse processo de perto, e sei que foram altos e baixos nos últimos anos.
    Mas fico muito feliz de saber que você finalmente conquistou seu sonho, mesmo que ainda tenham momentos difíceis pra enfrentar.
    Muito legal saber que no final foi uma questão de escolha entre o bom e o ótimo! Torna a vida mais gostosa!
    Beijos Elsa

    • sempresabado

      Obrigada Elzinha! Não só pelas palavras bonitas mas pelas hooooras e hooooras q vc dedicou a escutar minhas dúvidas, inseguranças e planos mirabolantes! Essa caminhada foi bem melhor com vc por perto! Bjs

  • Aposente Cedo

    Parabéns pela escolha, Muquirana!
    Eu há pouco tempo também dei início ao encerremento gradual de uma sociedade e estabelecimento, mas não tive essa sua sabedoria em não lavar roupa suja. Fiz questão de apontar alguns defeitos que já vinha, em menor intensidade, dando uns toques.

    Só tenho a desejar muito sucesso na vida de aposentada e tranquilidade nessa saída gradual do mundo profissional.

    Abraço

    • sempresabado

      Oi AC, não julgo ninguém por querer lavar roupa suja. Cada um sabe o quão sujo tava a roupa rsrsrs.
      Parabéns por estar organizando a reta final com calma, vi seu post da mansão tb. Ajuda a ajustar a cabeça ir se desfazendo aos poucos das amarras. Comecei ano passado qd vendi meu apto. A gente vai desapegando aos poucos. Abs!

  • Vagabundo

    Muquirana, que alegria ler esse relato ! Me veio à tona as lembranças dos meus últimos dias. Saí no meio de um projeto, porém ja vinha falando há uns 3 meses que não ia continuar… pediram pra finalizar pelo menos aquele e atrasar minha mudança em 3 meses mas como ia me ferrar disse que nao. Depois fiquei sabendo que mudaram o escopo e o projeto foi prolongado mais 3 meses ! Ainda bem que nao fiquei esperando !!! Ia sair fora e ir quase direto pros braços do coronavirus ! A grande engrenagem do mundo corporativo capitalista nao precisa da gente, por isso sua atitude de se dispor a uma transicao assim é louvavel ! Eu nao estava na pior fase mas o projeto era uma droga, foi bom ter me livrado daquilo. E nada de roupa suja… xá pra lá, fez muito bem. Mas e aí, vc falou pra eles que atingiu IF, aposentou, FIRE, Money Mustache e tudo mais ?! Feliz IF !

    • sempresabado

      Pois eh! Eu lembro do seu último post. De pegar a marginal cheia de gente entregar o crachá e tchau! Fiquei pensando como seria meu último dia tb. Agora estou imaginando como vai ser pegar a marginal sentido GRU só com o bilhete de ida!! Medo! 🙂
      Abs

  • Bruno

    Como está a sua alocação para o início da jornada FIRE (RF/RV/Imóveis)? Pretende ajustar alguma coisa, ou segue com a mesma alocação?

    • sempresabado

      Bruno, baixei imóveis pra uns 15%. Os do Brasil estou colocando a venda aos poucos sem pressa. Tenho 20% em bolsa, quase tudo S&P e BRK nos EUA, tenho uns 20% em renda fixa pagando ipca + 6 que não tem como resgatar e uns 30% em cash em dólar e euro que vou usar pra comprar mais imóveis no exterior. Minha carteira é relativamente conservadora, juros compostos, moeda forte e tempo. Dai tem uns picados em FII, NTNB e uma reserva de liquidez em reais. Devagar e sem grandes sustos. Talvez com mais tempo pra estudar na vida FIRE eu me anime a comprar ações de algumas empresas. Abs

  • Viver Sem Pressa

    Minha querida, que felicidade em saber que você teve a coragem de sair do mundo corporativo. Falo isso porque às vezes fico pensando se terei coragem de sair do meu trabalho. Eu tenho o privilégio de trabalhar em um ambiente amistoso, sou chefe de uma equipe responsável, não preciso repetir, não preciso cobrar serviço, já que cada funcionário sabe do seu papel e da própria responsabilidade, meu trabalho não é puxado, as coisas fluem de uma forma muito boa, recebo um salário legal… Não reclamo do meu trabalho em si, reclamo da falta de tempo para mim. Então ler seu relato, de que você saiu do seu trabalho, mesmo ele sendo muito bom, me faz enxergar a coragem que você teve. Sucesso nessa sua nova jornada!!! Beijos.

    • sempresabado

      Oi Yuka obrigada pelo carinho!
      Na hora dá medo mas vc vai ver que o universo vai te mandar varios sinais impossíveis de ignorar que vc vai acabar puxando o gatilho. Se nada disso funcionar assista o filme Up do velhinho nos balões. Rsrsrs. Ele foi um dos meus grandes motivadores fire lá atrás. Boa sorte na sua jornada! Abs

    • sempresabado

      obrigada Mente Investidora! depois de tanto tempo correndo atrás é uma sensaçao bem gostosa mesmo. Boa sorte na sua trajetoria! abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.