Bolsa,  Investimentos,  Muquirana

PULAR NA BOLSA OU NÃO, EIS A QUESTAO

Photo by Chris Liverani on Unsplash

Duas pessoas me procuraram nas últimas semanas perguntando como poderiam melhorar a rentabilidade dos seus investimentos. São pessoas que sempre estiveram 100% alocadas em CDI e ao se depararem com juros reais próximos a zero resolveram diversificar suas carteiras. Me perguntaram qual seria o percentual ideal a ser alocado em renda variável e outros ativos.

 A resposta teoricamente correta seria fazer um questionário de aversão a risco, ver os objetivos desejado para os investimentos, um IPS (o AA fez um bom post sobre isso) e aí sim ter uma resposta para eles. Porém, duvidei que essas pessoas queriam dedicar muito tempo para montar suas carteiras. Suspeitei que estavam sofrendo de FOMO (Fear of Missing Out, ou medo de perder o bonde) com a alta da bolsa e queriam entrar na festa também. Minha resposta nesse caso foi simples: coloque o quanto você aguentaria segurar se caísse 50% num futuro próximo.

Uma das pessoas entendeu a mensagem e fez uma alocação de menos de 10% do seu patrimônio. A outra me falou que não queria correr riscos, não queria esperar muito tempo no investimento e queria um retorno bom. Respondi a ela que nada lícito iria satisfazer esses critérios no ambiente atual de investimentos no Brasil!           

Já pensei muito sobre esse dilema de ter mais renda variável e cheguei a duas possíveis escolhas:

  1. Pular no barco, alocar pesadamente e torcer para o crescimento no Brasil e no mundo se sustentar e esperar que as bolsas sigam subindo no mundo. Nesse cenário otimista tudo segue indo bem. Existe um risco de recessão no mundo para os próximos anos, mas deixamos para pensar sobre ela quando de fato acontecer.
  2. Recusar-se a comprar ativos que parecem estar exageradamente sobrevalorizados e aceitar que a carteira terá retornos abaixo do mercado pelo(s) próximo(s) ano(s).

Ao longo do ano eu fiquei bem mais no campo (b) do que no (a). Minha alocação em renda variável local e lá fora é de 13% (subiu um pouco desde julho), mas ainda assim é muito baixa. Escolhi ficar fora da festa e ter caixa para aumentar em um momento futuro. No segundo semestre desse ano houve um grande stress no mercado de crédito privado e foi possível comprar bons ativos com duração entre 1 e 2 anos pagando juros reais muito acima das NTN-Bs. Fiz um bom estoque disso e bola pra frente.

Estou convencida de que investir é algo extremamente pessoal e que depende da personalidade de cada um. Li a Stock Series do JL Collins toda e concordo plenamente com ele, renda variável é comprar um pedaço da economia. Nenhum empresário vende sua empresa porque ela deu prejuízo em um trimestre. Portanto para termos essa postura devemos ter um tanto investido em bolsa que aguentamos olhar como algo para as próximas décadas e não para os próximos meses.

Entendo que podemos ter um longo período de mercados em alta já que a Selic está baixa, mas nao vou pular de cabeça na bolsa por causa disso. Uma alocação entre 10% e 15% do patrimônio funciona para mim e prefiro fazer aportes marginais enquanto a bolsa estiver subindo. Colocar o pé na agua na bolsa acho ok, mas pular de cabeça não é para mim não.

19 Comentários

  • AA40

    Excelente post SS. Obrigado pelo link.
    Só de citar o JLColins merece todo meu respeito, concordar com ele, ai é de tirar o chapéu. ! O que está acontecendo no Brasil de hoje é FOMO como nunca visto antes. Eu respeito quem entrou na bolsa entre 2012 e 2016. Quem entrou nos últimos 2 anos querendo ganhar dinheiro fácil não vai gostar nada nada quando o bear market chegar e perderem MUITO.
    Abcs

    • sempresabado

      Pois é AA40, aquele seu case do Pibinho ilustra isso. Entre 2006 e 2007 a bolsa foi só alegria, quando 2008 e 2009 vieram foi um longo inverno. As pessoas se esquecem disso. Feliz 2020! Abs

  • Simplicidade e Harmonia

    Muito bom e oportuno o seu post, ainda mais em um momento no qual a Bolsa tem alcançado níveis históricos e uma certa popularização. Por isso, considero que cautela e aprendizado são essenciais.

    Feliz 2020!

    • sempresabado

      Olá Rosana, obrigada pelo comentário. Nessas horas de muita euforia me lembro sempre do Buffett falando: tenha medo quando todos estão gananciosos e seja ganancioso quando todos estão com medo. Temos que investir com serenidade e não apostar. Um abraço! Feliz 2020!

    • sempresabado

      Oi MM eh muito difícil resistir em seguir a tendência de alta mesmo. Temos q ficar nos questionando sempre. Abs!

  • sempresabado

    Oi Muquirana!
    De fato, se a pessoa não tolera perder 50% do patrimônio, melhor ficar de fora. Estava vendo que o máximo de “perda” da bolsa brasileira foi de 86%, dependendo do dia que você entrou. Enfim, tem quem ter estômago.
    Eu acho que ir aportando aos poucos ajuda a diluir esse risco também.
    Agora fiquei curiosa: se você tem só 15% em bolsa, onde está o resto? Rs
    Abs!
    Elsa

    • sempresabado

      Caramba 86% é tenso!!! Pra essa queda até 13% é muito rssss
      Já q vc pediu aí vai a alocação:
      23% em pós fixado
      14% cdbs indexados à inflação e ntnb
      13% em cash no exterior (eur e usd)
      12% em fundos multimercado
      16% em Imoveis
      5% em FIIs
      4% em cdbs pré fixados

      Bjs!

      • Viver Sem Pressa

        Eu tenho 70% da minha carteira em ações, mas como disse a Elsa sobre quedas de até 86%, considero sempre que a bolsa pode cair 70%, ou seja, quando faço as minhas contas, eu já considero que tenho apenas 30% do valor total investido nas ações. Faço isso por uma questão psicológica, para não ficar com ilusão da alta da bolsa, já que eu entendo que não é SE a bolsa cair… é QUANDO a bolsa cair. Beijos.

        • sempresabado

          Que jeito inteligente de ver sua alocação em bolsa, Yuka. Gostei muito! Parabéns! Está aplicando o princípio da Stock Séries plenamente. Vai ser um grande acelerador da sua IF. Parabéns!
          Um abraço!

    • sempresabado

      Oi Aaron. Eu até consigo ver um cenário da bolsa indo muito bem por mais anos, que é a economia brasileira crescendo vigorosamente e nenhuma recessão no exterior. Mas como tem muito SE envolvido eu prefiro aqueles momentos de grande susto pra comprar mais. Abs!

  • Garota de Investimento

    Olá, SS
    Parabéns pela sabedoria e por ser capaz de definir o quanto vc deseja ter em RV. Atualmente tem muita gente entrando na bolsa mas não sabem o que estão fazendo.
    Um ótimo 2020 e bons investimentos!!

    • sempresabado

      Olá GI! Olha as vezes é tentador mesmo pular no bonde e pegar da festa, mas o que segurou a ansiedade foi ver tantas oportunidades em crédito privado pagando ipca+6 ou ipca+7. Isso me lembrou que todo mercado tem seus momentos de irracionalidade e a hora de colocar o pé no acelerador eh essa. Parabéns pelo seu blog. Não conhecia e achei muito bom. Abs!

    • sempresabado

      Olá senhor bufunfa, somos duas amigAs aqui. 🙂
      Pelos preços atuais estou satisfeita com os 13% que tenho. Prefiro entrar na hora que todo mundo quer vender, talvez demore um pouco mas essa hora sempre chega. Abs!

    • Renato

      pqp ainda aparecem estes….tá querendo que você pague pela festa dos outros. Fique na sua SS, continue assim e não ouça os fanfarroes da bolsa com risco no talo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.