Elsa,  FIRE,  Qualidade de Vida

Um mês FIRE


Caros leitores, é com grande alegria que eu venho relatar como foi meu primeiro mês FIRE. 

Sexta-feira, dia 26/março, eu finalmente entreguei meu computador no trabalho e me vi livre da vida corporativa. A maior alegria do dia foi sair das dezenas de grupos de WhatsApp do trabalho que tornavam meu dia irritante e improdutivo. Combinei que cada grupo que eu saísse eu viraria um shot com meu marido. Terminei a sexta-feira alcoolizada mas muito feliz!

O final de semana foi como um qualquer sem muita diferença. Mas segunda-feira já foi incrível. Eu precisava resolver um assunto urgente e super importante para mim no Rio. Se eu estivesse trabalhando, ia precisar esperar um feriado ou férias para conseguir viajar até o Rio e resolver a questão. Mas como estava livre, bastou comunicar meu marido e colocar o pé na estrada. A sensação de liberdade de simplesmente poder resolver um assunto pessoal, em plena segunda-feira, sem precisar dar satisfações para o chefe e sem se preocupar em olhar o celular 50x para ver se ninguém do trabalho estava te procurando é simplesmente INDESCRITÍVEL. Foi bem no meu primeiro dia oficial FIRE que eu percebi o quão libertador seria essa vida nova. E olha que eu passei o último ano fazendo Home office, então achava que não sentiria muita diferença quando saísse. 

Nas duas semanas seguintes eu foquei em resolver tudo que precisava para a minha viagem de um ano pelo Brasil. E depois de 15 dias FIRE, eu estava na praia, realizando o sonho de um sabático como estréia da vida FIRE. 

A gente decidiu viajar pelo Brasil no primeiro ano FIRE porque o studio que compramos para morar na vida pós-FIRE só ficaria pronto em 2022. Mas por ora, essa decisão tem se mostrado muito acertada. Todo mundo diz que você não deve focar em se aposentar “de algo” mas sim “para algo”. E esse conselho foi muito válido para mim. Eu me aposentei para uma viagem de um ano pelo Brasil.

Além disso, se eu começasse a vida FIRE em São Paulo, as coisas seriam bastante diferentes. Primeiro porque a vida FIRE já é muita novidade para mime eu não sei ao certo como ela vai funcionar. Se eu tivesse que explicar também para os outros, seria muita pressão. Estando na estrada, eu não preciso explicar muita coisa para os meus amigos. Simplesmente aviso que vou viajar durante um ano pelo Brasil, e ninguém cobra muito mais. Além disso, nas poucas vezes que entrei no WhatsApp nas últimas semanas foram muito difíceis para mim. É muito estranho viver uma vida simples mas com muita liberdade, e ver as pessoas buscando mais luxo mas ainda presas ao trabalho. A sensação é que um dos lados está muito louco, ou eu ou eles. Então a vantagem de estar na estrada é que as pessoas aceitam mais que você simplesmente não está vivendo uma vida ordinária e, portanto, vai estar mais offline. 

Ás vezes parece que o ano sabático se confunde com a vida FIRE, mas eu também acho que isso é uma vantagem. Quando eu saía de férias tinha o péssimo hábito de contar quantos dias faltavam para aquela vida boa acabar e isso me entristecia. Acho que se esse fosse só um ano sabático comum, sem a independência financeira, eu ia ter essa sensação de “droga, já foi um mês de sabático e só tenho mais 11 meses agora”. Além disso, acho que uma vida FIRE sem um sabático ia trazer uma pressão enorme de responder logo o que eu iria fazer a seguir. Agora eu simplesmente sei que vou viajar por um ano, e depois eu decido como vou querer levar a vida. 

Ainda é muito cedo para avaliar tudo que essa nova etapa de vida vai representar para mim. Mas por ora ainda não senti saudades de trabalhar e ainda não senti peso por ser improdutiva. Até tenho feito alguns trabalhos paralelos de um side-job que eu já tinha antes da vida FIRE. Mas isso não tem tomado mais do que 2h por semana. Ainda não enjoei da praia, mas acho que isso tem sido facilitado pelo fato de São Paulo ser uma cidade sem graça durante a pandemia.  Ainda não senti medo da falta de dinheiro, e olha que esse mês gastamos acima do esperado por conta da organização da viagem. Ainda não senti tédio. Na verdade, estou feliz de ter tempo para ser consumidora de livros e podcasts da minha área de atuação – coisa que eu não tinha muito quando precisava ser da parte produtora.

Enfim, há 2 meses quando eu pedi demissão eu tive um mini freak-out. Agora, recém-FIRE eu estou em paz. Por ora, a vida de liberdade tem sido maravilhosa e tem funcionado como esperado! Até peço desculpas pela ausência no blog mas eu sinto que toda a teoria que escrevi em diversos posts aqui está funcionando muito bem na prática. Mas assim que eu tiver algum insight novo, eu volto aqui para dividir com vocês! Por ora só posso dizer que “pulem que a piscina está quentinha!”. 

10 Comentários

  • Muquirana

    Elsinha que feliz fiquei ao ler sobre seu mês FIRE!!! Parabéns!! Desejo que esse seja somente o primeiro mês de uma vida repleta de paz e felicidade. Você representa a liberdade financeira e de pensamento que pouquíssimos conseguem atingir. Você não é só financeiramente livre, mas mentalmente livre também e isso é o mais difícil. Muitos conseguem abrir a gaiola mas poucos conseguem bater asas e voar tão longe. Fico emocionada de verdade. É um privilégio poder conviver (virtualmente pelo menos) com você. Saudades. Beijo grande, M.

  • Paladino

    Meninas, parabéns pelo blog e pelos textos! Nesse hiato das últimas semanas já estava sentindo falta de vocês, por favor, não se aposentem do blog!

    Qual seu plano para o sabático no Brasil? Pretende focar nas praias, nas montanhas, nas belezas naturais estilo “Globo Repórter”, nas capitais? A ideia é ficar uns dias em cada cidade ou pensam em ter uma vida de “morador” por um mês em cada região, por exemplo? Vão viajar com um roteiro pré-programado ou vão no freestyle “deixa a vida me levar”? Grande abraço e parabéns mais uma vez!

  • AA40

    Fico muito feliz ao ler relatos assim. Isto mostra que ainda temos FIRE raiz no nosso Brasil e que tudo oque está acontecendo no mundo não afeta quem realmente tem o sonho FIRE na alma.
    Não vejo a hora de me juntar a vc neste sonho. Vamos conseguir apesar de tudo e todos !!
    Continue relatando e nos inspirando a pular na piscina com vcs! Eu certamente irei !
    Abcs
    AA40

  • Capital e Liberdade

    Adoro os seus relatos. É muito inspirador ouvir essas histórias. Espero em breve ter essa sensação de liberdade também. Por favor, continuem contando as experiências de vocês agora que é sempre sábado 🙂

  • Ricardo

    Muito bom ler o seu texto, está muito ligado com as perguntas que eu tenho sobre a minha vida pós-fire. Ainda faltam cerca de 3 anos para atingir o fat fire desejado mas fico em dúvida se realmente teremos a coragem de parar de vez, então ao invés de pensar que estou parando de vez colocamos na cabeça que será primeiro apenas um ano sabático e depois vemos como vai seguir.

  • Poney Investidor

    Cai de para-quedas no seu blog após vê-lo lista no blogroll de outro blog.

    Fico feliz por você e com uma uma inveja branca.

    Curta seu momento e sua vida e parabéns pela conquista !!!

  • Dane Éllen

    Que legal! Conte-nos mais sobre como é a vida FIRE. Acho que senti aqui a sua exata emoção de dar um pontapé no trabalho, rsss. Aproveite!!!

  • IFólogo Pop

    Sensacional Elsa!

    Parabéns por essa grande conquista e aproveite o seu ano sabático!

    Primeira vez aqui no blog de vocês! Já coloquei ele nos blogs recomendados do ifologiapop.com e vou acompanhá-las!

    Um abraço!

  • Pequeno Investidor

    Elsa, como leitor recorrente e também um sonhador com a independência financeira, tenho apenas um ponto com esse post.

    Vá curtir e volte quando quiser, que estaremos aqui para acompanhar essa experiência.

    abs
    P.I.

  • TR

    Excelente Elsa, fico feliz por você, essa sensação pós demissão e ver que sua liberdade não tem mais limite a não ser você mesma é indescritível.

    Agora que vem a parte boa de acompanhar o pessoal FIRE, a parte do desfrute, dos medos pós-FIRE, reflexões, viagens e tudo mais, espero ansioso por isso =)

    Abçs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.